terça-feira, novembro 24


Hoje com você
eu não faria Amor
só poesia.
ainda que nossos corpos
roçassem por toda a noite
em um balé frenético,
em posições caóticas, exóticas,
ainda assim, não seria Amor,
só poesia.

E se nessa dança bravia,
de corpos excitados,
arrepiados,
travássemos um diálogo
só com gemidos
ainda assim, não seria Amor,
só poesia.

mesmo que estrelas
vistas de nossa janela
voassem até nosso quarto,
se prendessem ao teto
e ouvíssemos anjos cantando...
anunciando o céu de prazer
ainda sim, não seria Amor
só poesia.

Amor fazem os amantes,os bichos,
uns por paixão,outros por instinto.
Os poetas quando amam
só se inspiram.
Então,hoje faremos nosso sarau,
nossa orgia
de um jeito só nosso
vem amor, deita comigo,
vamos fazer poesia.




Guaraci Pachú

Um comentário:

Guaraci disse...

Olá, boa noite! Fiquei muito lisongeado em ver uma de minhas poesias no teu Blog, quanta honra! Gostaria de te pedir uma gentileza a mais. Quando fez a transcrição da última estrofe faltou um trecho. Se não for abusar será que poderia corrigir? Se puder o correto seria o seguinte:
"Amor fazem os amantes, os bichos,
Uns por paixão, outros por instinto.
Os poetas quando amam
Só se inspiram.
Então, hoje faremos nosso sarau,
Nossa orgia,
De um jeito só nosso,
Vem Amor, deita comigo,
Vamos fazer poesia."
Certo de sua generosidade...
Carinhosamente,
Guaraci Pachú

Quem sou eu

Minha foto
...sou uma mulher como todas do planeta, que merece amar e ser amada.

Arquivo do blog